quarta-feira, março 21, 2007

Que igreja é essa??


Que igreja é essa? Ás vezes me questiono se o que estou vendo acontecer nos templos tem alguma coisa haver com a eklesia que Jesus quis deixar na Terra, pois a igreja de hoje sabe muito bem o que é lidar com metas, alvos de crescimento e motivação psicológica, mas troca seus princípios e sua essência para aplicar seus métodos.
Esses novos métodos prometem ser revolucionários, e já que estamos na era da Internet tudo tem que ser “ on line”, ninguém tem tempo para esperar por mais nada, como dizia o poeta “...quem sabe faz a hora não espera acontecer...”. Daí vemos aberrações como pastores marcando o dia que virá o avivamento ou até mesmo o dia em que Jesus vai voltar.Quando lemos isso parece até piada, mas o pior que é a pura realidade, por isso pergunto que igreja é essa?
Uma das coisas que aprendemos com os americanos neste século é “...time is money”, e isso entrou de uma maneira muito forte em nosso meio. Muitos “pastores” perceberam que a igreja era um negocio lucrativo, se eu tenho como ter 10% do que ganham todos os meus fies então eu preciso aumentar o mais rápido possível essa clientela pra aumentar minha renda, mas para isso como no mundo empresarial eu preciso oferecer vantagens que venham atrair esse publico que desejo alcançar.
Jesus e o evangelho ou melhor esse mundo gospel virou um produto, e como tal cada um enfeita como quer pra a sua proposta ficar mais atraente, daí vemos coisas do tipo: você nasceu pra ser rico, dê que Deus te dará cem vezes mais (que rendimento!), todas as coisas ruins que acontece na sua vida são culpa do diabo ou de encostos, e etc..
Então quando olho pra igreja de hoje vejo uma empresa que está preocupada em enriquecer seus lideres e aumentar o seu lucro cada vez mais. E como toda empresa que é uma organização ela não tem nenhuma preocupação com o ser humano e suas necessidades como um todo, o que ela dedica a ele é só a messagem motivacional que alivia ás vezes mais não resolve o conflito. Se um funcionário de uma empresa está dando problema o que ela faz? Demite pois tem tantos outros querendo essa mesma vaga. Nessa igreja de hoje ninguém quer gastar tempo com um irmão que tenha problema, pois isso pode ser muito demorado e sem garantia de sucesso ao final. Estamos vivendo uma igreja fria e impessoal, que pessoas entram e saem desses ambientes e não querem conhecer ninguém e nem tão pouco serem reconhecidas.
O que faremos diante dessa realidade? De braços cruzados não podemos ficar e nem tão pouco abandonar o barco, mas é fato também que nos sentimos um pouco impotentes diante dessa realidade. Eu não tenho solução pra isso tudo, mas um coisa eu creio, se queremos mudar toda essa realidade temos que mudar a realidade que nos cerca, a nossa responsabilidade está em aonde o nosso poder de influência pode alcançar, quanto maior a sua influência maior sua responsabilidade.
Uma coisa eu sei que esse evangelho não é o que Jesus veio deixar aqui na terra, Ele veio falar de cruz, de renúncia, de perseguição, de dividir o que se tem com todos, de ter o necessário pra viver, de cuidar dos necessitados como pobres, órfãos e viúvas, entre outras coisas, e não é isso que tenho visto na igreja, o que a igreja chama de ajuda aos necessitados eu chamo de assistencialismo ou até de desencargo de consciência. È hora de voltarmos a olhar para os exemplos de Cristo e redescobrir o que é ser cristão, podem até dizer que temos que mudar pois o mundo está diferente, mas os princípios e verdades deixados por Ele não mudam “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.” Mc 13:31
Escrito por Vinicius Bezerra Guerra

Um comentário:

Karen disse...

Meu marido está começando a escrever, e tem sido muito bom ver sua analise e crítica de uma forma inteligente, pois trabalhamos com igrejas e estamos de frente com essa realidade cega todos os dias....continue mozinho